MUDANDO DE LÍNGUA E DE ASSUNTO :)- EDUCAÇÃO SEXUAL


ORGASMO! O QUE HÁ POR DETRÁS DESSE TABÚ?

Este é um livro que responde todas as dúvidas do ato sexual e ao mesmo tempo explica como o casal deve se proceder para ter um orgasmo saudável

>> O que é orgasmo?

>> O que fazer para a mulher sentir orgasmo?

>> Porque a posição papai e mamãe está errada?

>> Porque as posições do livro Kamasutra e o ritual Tantra estão erradas?

>> Porque um homem nunca deve praticar sexo anal?

>> Você conhece a teoria do picolé?

>> Quem faz a função do ativo e passivo? E porque?

>> O clitóris feminino está localizado em que ponto?

>> Existem os postos X, Y e G?

>> A função de ereção pertence ao homem ou a mulher?

>> Porque alguns homens e mulheres reclamam de impotência, ejaculação precoce e falta de orgasmo?

>> Os estimulantes sexuais são necessários no ato sexual?

>> A masturbação masculina é prejudicial à saude?

>> Existe masturbação feminina?

>> Como é o sexo saudável?

>> Porque o sexo convencional em vez de agradar proporciona incômodo e muitas vezes depressão na mulher?

Casados e Descasados

“São variadas as causas de desestabilização de casamentos, mas seguramente o sexo é uma das mais preponderantes.”

Sempre ouvimos dizer que crises financeiras podem e não raro põem em risco as mais sólidas estruturas conjugais. Talvez pôr isso, em tempos de globalização e aceleradas transformações econômicas modernas, seja tão alto o índice de separações de casais, trazendo, sérias conseqüências para a sociedade como um todo.

Mas haverá certamente outros fatores pesando nos pratos dessa balança, tais como a liberação sexual dos anos 60, o surgimento da pílula e mais recentemente o aumento de projeção da chamada “camisinha”, insistentemente enaltecida pelas campanhas promovidas contra o vírus HIV.

Na verdade, as causas da desestabilização do casamento, enquanto instituição, são realmente múltiplas e bem mais complexas do que podem parecer. Principalmente, se levarmos em conta que elas não atuam isoladamente, mas, sim, interagem, ampliando seus efeitos e, o que é pior, banalizando a união homem/mulher e fazendo, pôr assim dizer, do matrimonio quase que um divertido jogo, no qual a criança é sempre a maior prejudicada.

E o fator sexo como ficaria nessa historia? Até que ponto a cada vez mais comum prática do sexo, depreciando o amor, estará influenciando nesse processo?

E a mulher? Não estará sendo “vendida” nisso tudo, tratada como objeto e traída pela sedução de um modernismo discutível, mas quase sempre mal servida e desconsiderada, inclusive e principalmente do ponto de vista biológico?

O presente trabalho se propõe a debater esse tema, na tentativa de mostrar que, antes mesmo das crises financeiras, o grande problema conjugal de nossos dias não depende somente de políticas econômicas, pílulas ou preservativos.

O problema da dissolução do casamento, afinal e por incrível que pareça, começa mesmo… na cama.

Lendas, crendices e primeiros Equívocos

O significado da vida consiste basicamente em sentir e passar sentimentos, nas quais a sexualidade assume papel importante, mas que, embora um processo absolutamente natural, acaba atropelado pela “experiência” dos mais velhos, que insistem em nos antecipar “caminhos”, que, cedo ou tarde, descobriríamos por nós mesmos.

Por conta disso, vão surgindo chavões, do tipo “homem com homem dá lobisomem”, “mulher com mulher dá jacaré”, como forma de combate ao homossexualismo, ou ainda a versão de que sexo entre parentes gera filhos doentes, etc.

O principal, ou seja, um esclarecimento franco e honesto sobre a atividade sexual fica obscurecido. O sexo torna-se um tabu, cheio de mistério e proibições, somente rompidas nas cercanias da pré – adolescência, quando as modificações hormonais acontecem. Essas alterações provocam o desejo, e o desejo conduz a masturbação, símbolo equivocado do macho, não raro incentivado até pelos mais velhos.

A masturbação exige concentração e movimentos mecânicos, para, afinal, fraudar um ato, que, na verdade, poderá ocorrer naturalmente entre um homem e uma mulher, e o resultado final disso tudo é uma clara sensação de perda.

Perda da razão, inclusive. É claro que não ficou provado até hoje que a masturbação faça mal para a saúde.

Fisicamente, pode até ser assim. Mentalmente, porém, não temos dúvida que faz.

Reflexos da masturbação

Toda criança, ao nascer, tem a mente perfeita, mostrando-se em harmonia com a Natureza e seus semelhantes, masculinos e femininos.

A partir de determinada fase, porém, o menino começa a matar passarinhos, fazer maldade com gatos e cães, tudo isso por divertimento e até por esporte, achando muito engraçado.

Ao atingir a adolescência, a situação piora, e, muitas vezes, por causa de um par de tênis, um relógio ou uma partida de futebol, ele pode chegar a matar. Na maioridade, estupra e até mesmo se torna um assassino.

Comparando esse comportamento com o dos animais chamados irracionais, podemos tirar algumas conclusões:

– Nenhum animal irracional se junta com os outros para matar seus semelhantes, exceto o macaco;

– Nenhum animal irracional se masturba, exceção novamente do macaco, que tem mãos e pode fazê-lo.

A mulher oferece um quadro totalmente diferente. Ela não perde a razão e não se desarmoniza com a Natureza.

Do mesmo modo, não se vê a menina matando ninguém por causa de uma boneca, um par de tênis ou um relógio. Nunca se viram mulheres também reunidas para matar.

Na nossa opinião, a masturbação tem muito a ver com isso. A mulher não se masturba e por não Ter esse vício não sente necessidade de fazer sexo a toda hora. Pode, inclusive, ficar a vida inteira sem fazer sexo.

Na verdade, a mulher procura o homem para compartilhar a existência, constituir uma família e ser feliz com ela, na ajuda mútua. Seu objetivo é servir ao seu homem, não tendo, na prática, idéia do que seja orgasmo. Aliás, quase sempre não consegue atingir o orgasmo pelos meios naturais, quanto mais pela masturbação, através de utilização de objetos que, no máximo, provocarão dor, quando, não, ferimentos.

Não é a mão diretamente e sim a película externa do pênis que gera a ereção e o prazer, quando deslizando compassadamente sobre a película interna.

Se esfregarmos objetos apenas na parte sensível (interna) do pênis, iremos nos machucar e perder a ereção. Igualmente, se utilizarmos a famosa mangueirinha do chuveiro no ato da masturbação, beliscaremos a pele externa e machucaremos a ponta do pênis.

A pele interna da vagina é muito mais sensível do que a pele externa do homem. Qualquer corpo que não seja o pênis movimentando-se no seu interior poderá machucar a mulher.

Muitas mulheres se utilizam das formas mais estranhas para chegar ao orgasmo. Algumas dizem que sentem o orgasmo lavando panelas, varrendo a casa, passando roupa, ou fazendo compras. Isso se chama satisfação e prazer. Orgasmo é completamente diferente.

Isto não é apenas um estudo isolado do problema, mas sim a realidade que está diante de nós e não conseguimos enxergar.

Estatísticas mostram que na maioria absoluta os assassinatos no planeta são cometidos por homens há milhares de anos. As guerras continuam, entre elas as urbanas e as pessoais. Muitos podem tentar justificar, apelando para existência de classes sociais e baixos níveis de escolaridade. Mas nesse rol também se encontram as mulheres, sujeitas, portanto, ao mesmo processo.

A História nos mostra há milênios que o homem perde a razão, ao contrário da mulher. É claro que não são todos os homens que chegam a esses níveis de loucura, porque se controlam e conseguem vencer esse hábito que é a masturbação.

Reafirmamos que a masturbação é a causa de todos os sentimentos errados dos homens, como, por exemplo, os complexos de superioridade e inferioridade, fanatismo, fantasia, egoísmo, ganância, covardia, racismo, etc. Em suma, a masturbação, em larga escala, acarreta o descontrole energético mental dos homens, ou seja, lhes atinge o cérebro.

Ninguém é superior ou inferior ao outro. Basta nos imaginarmos completamente sozinhos neste planeta e logo entendermos que nenhum desses sentimentos tem razão de ser.

Deitar na grama, à noite, e olhar para o Universo infinito nos faz perceber que não somos nada e não sabemos nada diante de tanta grandeza.

O orgasmo

O orgasmo é um sentimento de prazer que procuramos sentir no mecanismo sexual , é impossível explicar qualquer sentimento , para entendermos é necessário sentir :

Exemplo : tente explicar qual é a diferença do gosto do sal e do açúcar .

A palavra “orgasmo” era antigamente proibida e considerada “suja” , porque expressa os sentimentos que a mulher deve Ter durante o ato sexual.

Os tempos mudaram e , através do diálogo, a busca do orgasmo passou a interessar aos casais.

Sempre se procurou a solução do problema da falta do orgasmo focalizando a mulher e nunca a postura sexual dos homens.

Na verdade, cabe a eles e não a elas a responsabilidade pela falta do orgasmo , porque geralmente o homem não dá oportunidade à mulher, principalmente no dia-a-dia .

Há um exemplo claro disso tudo: durante toda a vida e todos os dias o homem faz a barba. Mas não dá oportunidade a ela de fazer a barba nele. Ou cortar seu cabelo, por exemplo.

Na verdade, a mulher não faria a barba, nem o cabelo. Ela faria carinho, muito carinho.

E, se ela não consegue machucar nem um passarinho, por que o homem não deixa?

Podem ser apresentadas várias respostas, entre elas falta de tempo, oportunidade, condicionamento, etc.

Na realidade, o problema está no sentimento de medo de ser ferido no rosto ou Ter o cabelo cheio de caminhos de rato. Porque o homem sabe tudo e pode tudo, e a mulher não sabe e não pode nada.

O corte de cabelo e o jeito que ele tem de ficar é privilégio da mulher e não dos outros.

Fazer uma mulher atingir o orgasmo é o mesmo que deixá-la fazer sua barba e cortar seu cabelo. Este é o primeiro e principal exercício psicológico que o casal tem que praticar toda vez que tiverem oportunidade.

O homem não deixa a mulher fazer, a mulher também não sabe fazer, porque nunca lhe permitiram fazer. Isso gera um medo de como o homem vai reagir.

Essa barreira precisa cair. Ela é maior, se verificarmos a postura sexual do homem, em que vários sentimentos são envolvidos, como ansiedade, insegurança, preocupação no desempenho, vergonha de expor o corpo, etc.

Com essas preocupações ameaçando a sua virilidade, o homem parte para cima da mulher e não dá oportunidade para si mesmo e muito menos para ela, fazendo do ato sexual um arremedo de masturbação.

O homem se preocupa muito e praticamente somente com seu pênis , e a partir do momento em que este está ereto não pode mais recuar: tem que ejacular, daí porque a sucessão frenética de movimentos até a ejaculação, encarando o homem como sua exclusiva a responsabilidade do ato. Ser homem, para muitos, é exatamente isso. Na verdade, porém, o conceito é mais amplo: ser homem é ser delicado, amigo, humilde, etc.

Mas entre os homens a cobrança existe e sempre imposta de alguma forma. Não precisamos procurar muito para encontrar o “já comi todas” , mas nós sabemos que não é bem assim. Há também o tipo que diz ejacular sucessivas vezes e faz questão de contar repetidamente na roda de amigos, esquecido de que, em verdade, somos todos iguais.

Racionalmente falando, temos que admitir que homem precisa largar essas bobagens, usar a inteligência e dar oportunidade para si mesmo e para sua parceira. Não precisa provar absolutamente nada para ninguém. O casal tem que Ter diálogo, entender os erros e jamais se culpar ou procurar culpados.

Atitude sexual saudável

O primeiro erro, no ato sexual, está no conhecido “papai/mamãe”. O peso do corpo do homem sobre o corpo da mulher não é confortável; se apoiarmos o corpo sobre os braços, o ato sexual mais parecerá um exercício de flexão.

Se invertermos a posição, o desconforto será o mesmo, e a posição do cachorrinho também não resolverá o caso. Sexo oral na mulher não é conveniente. Sexo anal, nem pensar…

A posição do cachorrinho é praticada pelos irracionais, cujo ato se restringe ao ativo, diante de uma fêmea passiva.

Mas, em contrapartida, os irracionais não praticam sexo anal.

Nós somos animais inteligentes o suficiente para entender que nem o tão falado kamasutra e o ritual tantra convencem.

Nossas posições mais parecem de ginástica aeróbica, não nos permitindo a naturalidade necessária, a troca de olhares. Afora isso, as posições convencionais impedem que o clitóris toque devidamente o pênis.

Chegamos no século XXI, mas em matéria de sexualidade paramos na pré-história. Há necessidade, pois, de esquecer tudo o que aprendemos até agora e recomeçar do zero.

Comecemos pelo orgasmo.

Para o homem, o orgasmo não deve ser apenas as cócegas que sentimos no momento da ejaculação. Orgasmo é muito mais do que isso, porque o pênis é apenas o instrumento para o sentirmos.

Orgasmo é movimento, o desenvolvimento da energia que nos mantém vivos, percorrendo o corpo todo até o cérebro. É a necessidade de fazer movimentar essa energia.

Sexo é uma brincadeira natural gostosa que faz bem para o corpo. Mas sexo tem postura e funções definidas.

Sabemos que até hoje não ficou provado que o espermatozóide tem sexo. O esperma se transforma em X (mulher) ou Y (homem).

A mulher nasce com sensibilidade superapurada. O homem com o controle do seu corpo.

A sensibilidade da mulher fica clara com seus movimentos. É só prestar atenção à dança do ventre, ao samba, ao balé, ou no simples andar, no beijar, nos carinhos.

O homem se projeta no controle do corpo, que fica claro nos esportes, por exemplo, neste caso mostrando sempre supremacia sobre a mulher.

São processos, pois, totalmente distintos.

Essas reflexões são fundamentais para a definição perfeita de atitude sexual

O homem, por não Ter a sensibilidade de movimentos da mulher, torna-se desengonçado. Ele também não tem sensibilidade no toque com as mãos, com o corpo e nem com a boca.

Por isso, os movimentos de penetração devem caber à mulher e jamais ao homem.

A teoria do picolé

Parece estranho, mas um exemplo simples pode reforçar o nosso ponto-de-vista.

Imagine que uma mulher esteja com uma vontade enorme de chupar um picolé, e quem tenha o picolé seja você.

O procedimento certo é dar a ela o picolé, para que possa saboreá-lo à vontade, e somente ela terá a noção exata do prazer. Se o picolé estiver gelado demais, ela vai sorvê-lo devagar, por exemplo.

Imagine, porém, que você, ignorando a vontade dela, tira e bota o picolé em sua boca sucessivas vezes, sem se preocupar com o prazer da parceira, Que sentirá o gosto, mas não poderá aproveitá-lo em sua plenitude.

No ato sexual convencional é exatamente isso o que acontece. O pênis entre e sai freneticamente, não dando oportunidade à mulher de sentir prazer real.

Por isso, a única posição cabível impõe o homem deitado, relaxado, sem a preocupação da ereção, que passa a ser responsabilidade da mulher.

Parece fácil, mas barreiras psicológicas, no início, atrapalham. É a famosa virilidade que nos é cobrada por toda a vida.

É preciso que o homem entenda que também terá o controle da ereção, desde que calmo.

O pênis é um órgão formado de um tecido flexível. Em estado de descanso, sujeita-se a vários movimentos, não provocando dor ou desconforto.

Quando ereto, a película externa fica muito esticada, provocando certa resistência a esses movimentos.

Ficando deitado e com o pênis ereto, este ficará apontado para o umbigo. Se o empurramos no sentido dos pés, sentiremos pequeno desconforto inicial à primeira vez.

Mudando sucessivamente o pênis de direção, sentiremos sempre uma pressão contrária, fundamental para levar a mulher ao orgasmo.

O clitóris está situado a 5cm na parte frontal interna da vagina. É pequeno e protegido por dois lábios, de pele muito sensível.

O clitóris é um órgão interno, como também o é o pulmão, o fígado, etc, cujo funcionamento não podemos perceber. Mas todos têm sua função, e o clitóris só funciona e é sentido se devidamente atritado com o pênis. Mal comparando, clitóris e a glande estão um para o outro, como um palito está para a caixa de fósforos. O palito, atritado, pega fogo. É o orgasmo.

Para que os lábios internos soltem o clitóris, a mulher tem que ficar em uma determinada posição e ajudada por aquela leve pressão contrária do pênis.

O homem tem que ficar sempre deitado e nunca levantar o tronco ou dobrar as pernas, porque a partir do momento em que levantar perde aquela leve pressão contrária do pênis, que tanto a mulher precisa.

A mulher inicialmente agacha ou ajoelha de frente para o homem encaixando o pênis na vagina e se sentando nas pernas do homem.

Automaticamente o pênis fica na posição contrária, apontada para os pés, e faz a pressão frontal interna diretamente no clitóris da mulher. A mulher com as pernas abertas e com o peso do seu tronco faz abrir os lábios que por conseqüência se tocam perfeitamente. E, imediatamente, a mulher sente o orgasmo ou a energia percorrendo pelo seu corpo, com poucos movimentos.

A mulher, sentindo, certamente fará o homem sentir também. E, com o tempo a mulher fará vários movimentos e posições que lhe convierem.

Esta conduta e posição não são fáceis para ambos inicialmente.

Para o homem, que sempre se movimentou, Ter que ficar parado e apreciando é bem diferente. Sem contar que para o pênis chegar a esta posição contrária poderá sentir alguns pequenos repuxões da pele externa do pênis.

A mulher por sua vez sente umas fincadas no seu interior, porque a pele supersensível que cobre o clitóris está seca.

Sem contar que a mulher não está acostumada a fazer o movimento de penetração e morre de vergonha da exposição frontal do seu corpo, mesmo que ela esteja em forma física tão cobrada pelos homens.

Com pouquíssimos movimentos a mulher começa a Ter uma necessidade enorme de ejacular água, e morre de vergonha de Ter que fazer isto, parando imediatamente e dando várias desculpas.

A mulher tem medo da reação de repúdio que por ventura o homem possa Ter.

O homem tem que Ter calma, muita paciência e dar o máximo de liberdade e confiança para a mulher.

É o mesmo exemplo de fazer a barba. Devagar se vai ao longe. E ninguém tem hora marcada para pegar o trem.

Esqueçam tudo que fizeram de errado. Não se culpem e não procurem culpados. Se divirtam, sejam felizes e eduquem seus filhos. Todos os jovens que nunca tiveram uma atitude sexual, quando o fizerem terão dificuldades e errarão se não adotarem essa atitude sexual saudável.

Homossexualismo

Penso que o segundo erro que os meninos aprendem é a famosa meiadinha ou troca-troca, que no meu entender é a base do homossexualismo.

A liberdade de convivência entre os meninos de várias idades e a falta de orientação de muitos pais, além da orientação errada de outros, proporcionam grandes traumas para a maioria das crianças.

Toda criança tem a necessidade de se comunicar, brincar, Ter amigos para se divertir. Toda criança nasce pura, carente e completamente inocente e sem nenhuma maldade e espírito de covardia.

Esta mistura de meninos inocentes com meninos viciados em masturbação junto com o processo natural e latente da sexualidade, movidos a curiosidade de sentir o desconhecido, faz com que a grande maioria pratique a sexualidade entre si.

Sempre tem um menino viciado em masturbação ensinando a um menino inocente, como fazer, e junto procurando praticar a meiadinha.

Pode ser irmão, primo, amigo, ou até casos graves como homens que estupram meninos e meninas.

A meiadinha é muito difícil de ser superada, mesmo se for praticada poucas vezes ou superficialmente entre dois meninos.

Imaginem um menino que tenha sido estuprado por um homem.

O menino entende que cometeu o erro e tem medo que alguém descubra e o chame de “bicha”. Cabe aos pais evitar, pelo esclarecimento, que essas situações sejam vividas pelos seus filhos.

O poder

O menino e a menina ao nascer são completamente iguais no seu todo, diferenciando apenas nos órgãos genitais.

Na pré – adolescência a sexualidade que é um poder muito forte, se desenvolve completamente diferente para ambos.

Este poder desconhecido e totalmente avesso e atrativo se chama “Orgasmo”.

Um nasce com o poder interno e o outro com o poder externo.

Este poder pertence exclusivamente ao homem, por que somente ele tem o órgão externo e tocável chamado pênis. Somente o homem pode sentir o orgasmo independente da mulher através da masturbação e do homossexualismo.

Mas esse poder, que é muito forte, praticado em grande escala prejudica o cérebro. O homem tem que Ter consciência disto e evitar o hábito.

O homem com o órgão externo pênis tem o poder da produção do esperma e a mulher com o órgão interno útero tem o poder da criação.

A mulher por Ter o seu órgão interno fica impossibilitada de tocar e sentir o orgasmo sozinha ou com outra mulher.

A mulher só sentirá o verdadeiro orgasmo se o pênis fizer parte de seu interior. É o exemplo da atitude sexual saudável explicada anteriormente. Aí sim a mulher entenderá e sentirá interiormente o que é a energia sobrepor a matéria orgânica “Orgasmo”.

A dificuldade para o bom entendimento é compreensível. Como dois homens podem tentar entender e sentir o que é ser mãe, se eles não têm órgão “Útero”? Realmente fica impossível da mesma forma duas mulheres tentarem entender e sentir o orgasmo, se elas não tem pênis.

A sexualidade é um poder muito forte e belo, porque através dela conseguimos gerar filhos a nossa semelhança e nos sentir um pouco do que seja ser deuses e deusas.

Finalmente

A sexualidade humana desde os tempos antigos vem sendo tratada da pior maneira possível pelos homens. E, infelizmente, em alguns países, até hoje, o homem comete verdadeiras atrocidades contra os processos naturais da sexualidade humana, como cobrir a mulher de pano e cortar a pele externa do pênis para não se masturbar.

Não resolve cortar a pele externa do pênis, porque simplesmente o homem cospe na mão e se masturba. E o que é pior, terá muito mais dificuldades, haja vista que a pele da mão é muito mais grossa, e o homem terá que se concentrar muito mais para Ter a ejaculação. E, certamente, o seu computador (cérebro) ficará muito mais descontrolado.

A sexualidade nunca deveria Ter sido tratada com tantos tabus e preconceitos.

Estamos aqui graças á fusão da energia com a matéria orgânica. É o começo da nossa vida e tem que ser tratada com muito respeito e estudo para tentarmos entender.

Maiores esclarecimentos para as perguntas mais freqüentes dos jovens após a leitura do texto orgasmo visando que o Brasil está na trigésima sétima colocação na interpretação de texto com uma linguagem coloquial ou no português claro e direto.

Para que qualquer jovem domine o mecanismo sexual, sem pagar mico ou serem enganados, é necessário começar do jardim de infância.

Existem varias regras básicas, ordens ou leis na natureza que ESQUECEMOS com muita facilidade, tipo a lei da gravidade.

Para o assunto sexualidade EM PRIMEIRO LUGAR temos que compreender a lei dos sentimentos.

Primeiro, não se explicam sentimentos, é necessário sentir para entender, exemplo:

Tente explicar a diferença do gosto do sal com a do açúcar, ou identificar em dois montes iguais qual é o sal e o açúcar. Impossível, somente iremos conseguir entender a diferença, experimentando.

O que significa a frase: “ SOMOS TODOS IGUAIS EM TODOS OS SENTIDOS”?

As formas e intensidade dos sentimentos das dores e dos prazeres foram, são e sempre serão iguais para todos no mundo inteiro, mas a todo momento uma minoria infantil e insignificante sempre com uma facilidade incrível de acesso aos meios de comunicação em massa insistem em dizer que são e tem pessoas melhores e diferentes .

Exemplo bastante infantil, mas que ajuda a entender :

Se um martelo bater bem forte no seu dedo ou no dedo de qualquer pessoa, com certeza todos sentirão a mesma forte dor. Aí vem uma Magda, a toda poderosa, afirmando que ela sente muito prazer quando o martelo bate no dedo dela. Durma com um barulho desse! Não dá vontade de bater o martelo em todos os dedos dela para ela deixar de ser besta?

Jovens, entendam e nunca duvidem desta regra que é simples e naturalmente perfeita que irá ajudar vocês pelo resto de suas vidas e principalmente na compreensão do mecanismo sexual. As leis da natureza são iguais para todos e não existe a menor possibilidade de mudar estas leis.

Vamos direto ao assunto para os sentimentos da sexualidade feminina:

Todas as mulheres que enfrentam os problemas de sexualidade de frente são sérias, verdadeiras de vergonha na cara e que são a maioria absoluta, afirmam que é IMPOSSÍVEL. Vamos repetir juntos, IMPOSSÍVEL sentir orgasmo sozinha. MASTURBAÇÃO FEMININA NÃO EXISTE: vamos repetir juntos MASTURBAÇÃO FEMININA NÃO EXISTE!

O sexo convencional ( ERRADO) , tipo papai mamãe, sexo oral, cachorrinho, elas não sentem NENHUM PRAZER.Vamos repetir juntos: NENHUM PRAZER! Querem mais que o parceiro acabe logo com aquilo.

Elas não têm a menor idéia do que seja este sentimento chamado orgasmo e quanto ao sexo anal, todas as que permitiram este erro , por insistência equivocada do parceiro com o intuito de agradar, afirmam :

O sexo anal provoca, nojo, vergonha, constrangimento, dor, mal estar, vontade de chorar, depressão, em resumo, tudo de ruim.

De repente, aparece novamente do nada a Magda, a toda poderosa, com aquele papo ruim de que todos os homens estão aos seus pés. Mas volta para casa sempre MUUUIIIIITO sozinha, afirmando que sente prazer em tudo, tendo múltiplos orgasmos e que é melhor de todas as mulheres do mundo. O que é pior, meus amigos, tem alguns que se dizem ‘PROFISSIONAIS‘; dão credibilidade a este tipo de mulher babaca, fedendo a leite, ( PURO MICO!), deixando a grande maioria das mulheres e homens se sentindo culpadas(os) e desorientadas (os).

Com certeza , estes “profissionais” são muito fáceis de serem enganados, e certamente é mais fácil acreditar em Papai Noel e na cegonha.

Não se esqueçam do que aprenderam no jardim de infância: SOMOS TODOS IGUAIS EM TODOS OS SENTIDOS, as leis dos sentimentos femininos são iguais para todas as mulheres.

Se não existissem limites, ordens, regras ou leis na natureza, este mundo seria uma merda, uma zona, insuportável.

Exemplos bastante infantis

Imaginem duas pessoas comendo uma maçã e uma sentindo um gosto de feijoada e a outra sentindo o gosto de um cachorro quente. Se você planta uma semente de milho sem a certeza de colher milho e se um jacaré cruzar com um elefante e nasce uma mistura e esta mistura cruza com um macaco e desse continuidade, nesta bagunça reprodutiva, com certeza ninguém conseguirá sobreviver neste planeta.

E para os “profissionais” que afirmam que o sexo anal é uma opção sexual e não um total equívoco, devem prestar mais atenção novamente na natureza.

Para proteger os animais IRRACIONAIS de um erro na penetração no ato sexual, DEUS lhes deu caudas e nos seres humanos foi retirado, dado lhes a inteligência, e com certeza para alguns não deu certo. Estes “profissionais” terão que voltar para a sétima serie e estudar com mais atenção o aparelho digestivo.

Existem alguns sentimentos que pertencem somente ao clube da Luluzinha e outro ao clube do Bolinha.

SENTIMENTOS DO CLUBE DA LULUZINHA

No clube da Luluzinha existem sentimentos como sentir um ser vivo sendo formado dentro do seu corpo que também se transforma ; a dor do parto normal, depressão pós- parto, cólica menstrual e a famosa TPM, tensão pré-menstrual, que mexe muito com o comportamento feminino.

É obvio que os homens não fazem a menor questão em sentir estes sentimentos, mas imaginem os homens tentando sentir estes sentimentos ? IMPOSSÍVEL, vamos repetir juntos, IMPOSSÍVEL, só pode senti-los quem tem o útero.

SENTIMENTO DO CLUBE DO BOLINHA

No clube do Bolinha existe apenas um sentimento que as mulheres NUNCA PODERÃO SENTIR SOZINHAS, vamos repetir juntos, NUNCA PODERÃO SENTIR SOZINHAS, que é o orgasmo independente, que vem através da masturbação.(MASTURBAÇÃO FEMININA NÃO EXISTE).

Imaginem as mulheres tentando sentir este sentimento ? IMPOSSÍVEL, vamos repetir: IMPOSSÍVEL. Só pode sentir quem tem o pênis, que é um clitóris exposto de fácil estímulo. AS MULHERES NÃO CONSEGUEM SE MASTURBAR.

A não compreensão do mecanismo sexual correto faz com que o homem se esforce muito para chegar ao orgasmo.Tudo fica por conta do homem : ereção , movimentos , penetração , ejaculação ,e ainda tem que proporcionar prazer para a parceira. Com certeza é muito serviço para se chegar a um simples orgasmo. Que saco, que preguiça!

O mecanismo sexual correto é fácil de entender.

Vamos ao primeiro ERRO básico :

A função de EREÇÃO pertence ao homem ou a mulher ?

A função de ereção nunca foi, jamais, em tempo algum, NÃO É. Vamos repetir juntos: NÃO É função do homem.

Esta função pertence exclusivamente à mulher, É A MULHER QUE TEM DE FAZER O PÊNIS FICAR RÍGIDO, vamos repetir juntos ,É A MULHER QUE TEM DE FAZER O PÊNIS FICAR RÍGIDO! Se o pênis não endurecer é sinal que a mulher está fingindo querer fazer sexo. É a mulher que BROXOU e não o homem .

Para que serve a mulher no ato sexual, ENFEITE ?

Está correto usar estimulante sexual masculino?

NÃO. É obvio que NÃO, ou , fala sério, preste atenção, para com isto irmão! alôoooooouuuu alguém em casa ? O estimulante naturalmente correto é a mulher e nunca comprimidos e injeções. Isto chega a ser um crime, não tem nem comparação. A mulher quando quer, é que nem água de morro abaixo e fogo de morro acima. Ninguém resiste, levanta qualquer defunto.

A função da PENETRAÇÃO pertence ao homem ou a mulher ?

A função de penetração nunca pertenceu ao homem , jamais , em tempo algum, NÃO É A NOSSA PRAIA, vamos repetir juntos, NÃO É A NOSSA PRAIA! Somos desengonçados e se o homem tentar fazer a penetração irá cometer pura AGRESSÃO FÍSICA ( leia com atenção no texto orgasmo a teoria do picolé ). Nunca se enfia o picolé pela goela abaixo de uma mulher .A agressão física só provoca dor e nunca prazer, temos até um apelido famoso: O BATE ESTACA!

Qual é a verdadeira função da mulher no ato sexual correto?

Tudo fica exclusivamente por conta da mulher, tudo, tudo, tudo, tudo. A ereção, a penetração, os carinhos, a ejaculação, e o homem não pode interferir em nada, ABSOLUTAMENTE NADA. O homem comanda, mas é a mulher quem manda, seja na vida, como na cama, (esta frase rimou).

ATENÇÃO, MAGDAS, isto não é machismo e sim pura inteligência masculina!

Qual é a correta postura e comportamento masculino no ato sexual ?

O homem deita na cama sem a menor preocupação, principalmente em ereção, movimentos, ejaculação, querendo que o mundo acabe em barranco sombra e água fresca, tipo casa de massagem. Não é para o homem ficar duro igual uma múmia paralítica não. É para o homem ficar relaxado, super tranqüilo, o homem só observa e mais nada, absolutamente nada.

ATENÇÃO, jovens, para um detalhe extremamente importante para a mulher:

O homem tem que deixar a mulher movimentar o seu pênis rígido para todos os lados principalmente para baixo e NUNCA, vamos repetir juntos NUNCA levantar as pernas ou o tronco a fim de evitar estes movimentos . Dará alguns repuxões básicos , no inicio promovido pela pele externa que fica um pouco esticada, uma dor bem simples .

Macho que é macho não reclama, garoto!

Qual é a maior dificuldade que o casal enfrenta para praticar o mecanismo sexual correto?

A maior dificuldade está em o homem convencer a mulher a fazer o ativo sem culpa , medo ou vergonha.

Por que algumas mulheres preferem que o homem faça o ativo, mesmo explicando que o certo é ela fazer?

Não caia neste papo furado ,isto não é preferencia e sim um total desconhecimento feminino, medo, vergonha de demostrar que não sabe fazer sexo, de sair tudo errado. É fugir da responsabilidade ou por preguiça mesmo , e ainda tem aquelas que cobram do marido uma freqüência sexual para medir o bom relacionamento. Se o homem não quiser fazer ,ela começa a chorar afirmando que ele tem outras e que ele não a ama mais e começa com aquela falação na cabeça. Coitado do sujeito, que preguiça!

Mas se servir de consolo, existe um ditado: OS PROBLEMAS SÃO OS MESMOS, SÓ MUDA O ENDEREÇO.

Sabemos que as mulheres não fazem sexo com muita freqüência , por vários motivos, tipo, preocupação com os filhos com o trabalho e etc. Qual a melhor forma de estimular uma mulher?

Se alguém tiver a receita , por favor divulgue para nós, não seja egoísta!

MASTURBAÇÃO

A masturbação nada mais é que trocar o prazer da realidade de compartilhar um ato sexual com uma mulher para Ter prazer isolado com a fantasia , ou gozar com o pau dos outros. Sabemos que a masturbação é uma válvula de escape , principalmente na adolescência em que não é tão fácil Ter um mulher a sua disposição. Na minha opinião não se deve incentivar a garotada, porque não é uma boa trocar o prazer da realidade por um prazer VAZIO E INDIVIDUALISTA da fantasia.

A masturbação não está com nada, porque sempre que acaba o prazer, vem uma certa irritação e vazio e aquele velho e conhecido sentimento de fraqueza de todos os vícios.

A não compreensão do mecanismo sexual junto com o excesso e a continuidade da masturbação, na minha opinião, pode levar alguns homens ao fundo do poço.

O pior grau dos efeitos do ignorante comportamento sexual está na pedofilia ou estrupo seguido de morte. Se alguém ainda duvida dos efeitos negativos da masturbação masculina , verifique se já teve ocorrências semelhantes com as mulheres que certamente estão sujeitas ao mesmo processo.

Uma pergunta muito freqüente entre os jovens: existe alguma pesquisa que comprove ou não que o excesso e a continuidade da masturbação, por toda a vida, tem a ver com a grande incidência de câncer da próstata?

Esta eu também gostaria muito de saber. Com a palavra os especialistas.

FINALMENTE

A IGNORÂNCIA SEXUAL É UMA EPIDEMIA MUNDIAL COM GRAVES CONSEQÜÊNCIAS DE COMPORTAMENTOS.

UMA COISA EU GARANTO, MOÇADA, É MILVEZES MELHOR ENFRENTAR A VERDADE DO QUE FICAR VIVENDO A VIDA TODA NA IGNORÂNCIA SEXUAL.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Gleide Castro

Anúncios

Uma consideração sobre “MUDANDO DE LÍNGUA E DE ASSUNTO :)- EDUCAÇÃO SEXUAL”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Falando Fácil-Língua Portuguesa

%d blogueiros gostam disto: